30 de novembro de 2007

MÚSICA PARA ESTRAGAR REPUTAÇÕES

Continuando a falar de música gostaria de deixar aqui claro que as cinco que apresentei no último post não são as únicas que me ecoam diariamente no aparelho auditivo.

Há mais umas. Maravilhoso Coração e Ninguém, Ninguém de Marco Paulo são outros hits que recorrentemente canto. Também Depois de Ti Mais Nada do Tony Carreira e Sempre que o Amor Me Quiser da Lena d'Água surgem na lista dos mais tocados. Outras incluem o Aqui no Mar e Beije a Moça da Pequena Sereira, o Príncipe Ali do Aladino, o Final Countdown dos Europe, o Amazing Grace, o Gafanhoto Cilista do Avô Cantigas e a música de um anúncio da Kinder de há alguns anos.

Ok. Podem começar a gozar a partir de... agora!


No entanto, hoje vinha falar de outra coisa: músicas que supostamente se devia detestar mas que apesar de tudo até se tem um certo prazer em ouvi-las.

Exemplo: Umbrella da Rihanna com o Jay Z (acho que também há outra versão com um gajo qualquer do qual não me lembro o nome, e que substitui a palavra "umbrella" por "cinderella"). É certo e sabido que esta música é má, irritante, absolutamente banal e causa comichão nos ouvidos. No entanto, assumo aqui publicamente que não consigo mudar a estação quando a oiço na rádio. Por vezes dou comigo a cantar isto e a dar audiência à Cidade FM. Depois chicoteio-me em casa, tranquilizem-se.

Outro exemplo é o What I Want do Bob Sinclar (e não Sinclair, confirmem aqui). Nunca fui muito à baila com os assobios do Sr. Sinclar. Ainda consegui disfrutar do Love Generation mas a partir do World Hold On só o Rock This Party é que admito que ouvi com frequência. Agora, o What I Want é qualquer coisa digna de autoria do demo. Aquela mistura de música tribal com uns sons satânicos e berraria alegre e descontraída impede-me de parar de ouvir este êxito do afamado DJ francês. Classifico-a como música de dança ideal para um sacrifício de galinhas. Mas um sacrifício de galinhas bom. Com muito pessoal a adorar a Satã e a dançar loucamente à volta de uma fogueira. É viciante. É bom. Acalma o espírito.


Depois põe-se 10 minutos na Antena 2 para reverter um pouco o processo de embrutecimento.

PS - Ah, e gosto do vídeo clip refinado.

27 de novembro de 2007

UM PARABÉM, DOIS PARABÉNS, TRÊS PARABÉNS

Hoje o Gameirices faz três anos. 3 anos de muita postagem, galhofada, estupidez e desperdício de tempo. 4200 visitas e uma base de leitores quase do tamanho da massa associativa do Sport Lisboa e Olivais.

Que balanço fazemos? Óptimo, claro. Nada do outro mundo, mas acho que 140 posts neste ano até é uma boa marca. Não se esqueçam que, como disse um tal de linda-a-velha_bob quando se votou a mudança da frase de boas vindas, este é apenas "mais um blog perdido do ciber-submundo".

Elegemos o detentor do mais deslumbrante bigode que a Humanidade conheceu: Artur Jorge. E desvendamos o pior 11 do Benfica de sempre. Falamos de coisas interessantes que vão desde calos nos pés ao PCTP/MRPP, passando pelas condições atmosféricas na Europa Central, sempre mantendo um nível digno e respeitável. Conhecemos 4 colaboradores, assistimos a 3 mudanças de visual e quase que conseguimos um processo de algumas agências funerárias.

Por isso, nada melhor do que um vídeo de ténis de mesa para comemorar.



Venham outros 3 então!



PS - Com este post finalmente consegui tirar a fotografia do calo da página principal.

26 de novembro de 2007

ZÉ TUGA NO SEU MELHOR

Não sei se reparam mas na passada semana ocorreu uma explosão num prédio em Setúbal. Ao que parece terá sido provocada por uma fuga de gás. A situação em si não tem muita piada, até porque ia mandando para os anjinhos uns quantos moradores. O que de facto me deu vontade de rir foi a peça que a RTP apresentou ontem à noite e que documentava a análise dos técnicos do LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil).

A jornalista (que não sei o nome) começa por descrever o cenário do prédio em risco de colapso como desolador e a fazer lembrar um cenário de guerra. Logo após esta introdução afirma que "durante toda a noite e ao longo do dia de hoje decorreram trabalhos de consolidação do edifício". E quem é que aparece nesse mesmo instante? Zé Tuga, como não podia deixar de ser! Lá está ele! Capacete na carola e bigode lustroso a tapar os buracos das paredes com um bocado de massa. Assim sim! É disto que o país precisa, gente competente. Ora se o edifício está prestes a vir a baixo o que temos de fazer é dar aqui um jeitinho na coisa para ver se isto não cai! E se cair temos de pena. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance. Para quê guardar ressentimentos?

Isto é Portugal!

Não têm nocão da vontade de rir que me deu naquele instante. Parecia mesmo aqueles tesourinhos deprimentes do Gato Fedorento mas versão real.

Confirmem com os vossos olhos e, logicamente pois (como díria o Figo ou o Paulo Bento) com os ouvidos também. Segundo 10'. Muita atenção, vejam aqui.

CURTAS III E IV

1. A existência da mascote chamada Popota prova que a precipitação de pianos de cauda e bigornas tem vindo a decair muito desde os desenhos animados da Warner Brothers dos anos 40/50.

2. Cristiano Ronaldo é dos homens mais poderosos do mundo. Conhecem mais alguém que consiga estar na capa do PES 2008 e do FIFA 2008 ao mesmo tempo?

25 de novembro de 2007

0 - CENSORED

Estes são o tipo de filmes que os meus primos me recomendam. Este está simplesmente lindo e o intérprete principal já é o meu novo herói!

24 de novembro de 2007

A FARSA

Estou irritado!

Obviamente existe um motivo. Alguém já ouviu falar do Desafio SEAT by BPN? Pois bem... o Desafio SEAT é basicamente uma corrida em carros da Seat para jovens universitários, no circuito do Estoril, e que a organização apelida de emocionante e muito competitiva. OK... um desafio interessante.

Mas onde é que está a palhaçada no meio disto tudo? Realmente o que dá vontade de rir neste evento são as provas de selecção dos finalistas, ou melhor da primeira fase de selecção. É que as inteligentes pessoas que se lembraram de o criar (e já vai na 3ª edição), não tiveram melhor ideia do que seleccionar os estudantes universitários como eu, com um prova virtual manhosa a duas dimensões! Basicamente tínhamos de dar duas voltas a uma pista sem bater em pins e arbustos que obstruíam o percurso, e fazê-lo no menor tempo possível. Obviamente não me classifiquei.

Isto faz com que os nerds que passam a vida em frente a um computador de cada universidade fiquem automaticamente em vantagem. Em vez de se privilegiar quem tem "mãozinhas" para guiar, privilegia-se quem tem "dedinhos" para os computadores! É absolutamente ridículo!

Não sei se o único objectivo da prova é publicitar a Seat, o BPN e outros patrocinadores, ou se existe mais do que isso. Se querem descobrir um novo Fangio ou um Schumacher (como eu) no mundo universitário português não será com provas para tótós que o vão encontrar certamente. Dificilmente ele estará entre as paredes do Técnico.

Já não tenho mais nada a acrescentar. Deixo-vos uma fotografia elucidativa com alguns finalistas do ano passado. Reparem bem na forma física dos eleitos. Cada um mais gordo que o outro. Com certeza não irão longe no mundo automóvel.

22 de novembro de 2007

CONTROL DE ALCOOLÉMICA



Isto é um americano. Imaginem então um português!

21 de novembro de 2007

TOP 5 DO MEU RÁDIO INTERNO


Hoje vou divulgar aquelas que são as minhas músicas de eleição.

E quando digo "de eleição" não quero dizer que fui eu que as elegi. Simplesmente o meu DJ interno, que mora mais ou menos aqui entre o ouvido esquerdo e o direito, tem uma espécie de tara por estas sonoridades tão díspares.

Então vamos à escolha do meu João Chaves cerebral:

(sem qualquer ordem específica)

USA for Africa - We Are the World
Esta música, solidária e rica em vozes conhecidas como Michael Jackson e Lionel Richie (os dois compositores), entre muitos outros, ecoa eternamente na minha cabeça. Não é preciso estar a tomar banho ou a passear os cães, basta-me apenas exisitir para isto estar na hitlist dos meus cantares diários. We are the world! We are the children! We are the ones who make a better day, so let's start giving! Não sai da cabeça, é absolutamente indiscritível. É que faço as vozes e tudo. E o côro. É algo que considero já do ramo da psicologia. Talvez tenha tendência para vir a fazer qualquer coisa do fôro humanitário, quem sabe.

Abelha Maia
Nunca vi a série. Não sei nem um quarto da música. Pouco sei da letra. O que é facto é que hora sim, hora não, encontro-me a cantar a Abelha Maia para dentro. Não é a versão ordinária. É a normal. Começo sempre com "Lá num país cheio de cor. Vivia um dia uma abelha. Bem conhecida pela amizade. Pela alegria e pela bondade." Vá agora todos: "Todos lhe chamam a pequena abelha Maia! Maia, Maia, Maia, Maia..." (não gozem... É mesmo assim que eu canto esta parte, porque não sei o resto da letra). Mas a musicata de Tó Zé Brito lá continua a tocar, tocar, tocar... Sem letra. Só mesmo instrumental.

Ben E. King - Stand by Me
Esta é daquelas que faço tudo na música. O batida lá atrás (o tun-tun-tururun-tun-tururun-tun-tun-tun-tun, etc) ocupa a parte não cantada. E assobio. Para além disso tem outra característica imprescindível das músicas que ficam gravadas no ouvido: não tem fim. Não tem mesmo, a sério. Experimentem começar a cantar o Stand by Me que logo vêem. Aquilo chega a um ponto em que a malta acaba por voltar a fazer o tun-run-run e dizer "When the night, has come! And the land is gone!" e recomeça tudo. Sacana do Ben.

Janeiras
Música tradicional portuguesa. Se algum dia tiver uma banda de punk-rock farei uma versão desta maravilhosa canção. Infelizmente acho que só sei a primeira quadra. Vamos cantar as Janeiras, vamos cantar as janeiras, por esses quintais adentro vamos, às raparigas solteiras. E depois vem aquela parte fabulosa do "pampararapiri, pampararapiri, pam, pam, pam, pam!" O que se nota à primeira vista, é que o autor desta melodia tinha uma visão claramente errada a respeito de engatar raparigas solteiras. Eu pelo menos nunca consegui nada com coisas como pampararapiri. Voltando à canção, de notar também que o facto de só saber a primeira quadra faz com que isto mal se ligue na minha cabeça fique em repeat durante largas horas enquanto tenho uma overdose de pampararapiris.

Quim Barreiros - Água de Côco
Provavelmente a mais ordinária e repugnante música de Quim Barreiros. Sim, não me venham com a Garagem da Vizinha e o Mestre de Culinária. Água de Côco atinge os píncaros da ordinarice, para além de conseguir ter a introdução de acordeão mais viciante de toda a história da Humanidade (e que se repete durante toda a música). Envolve côcos e palhinhas, e é tudo o que posso dizer. Vão ouvir a música. Mas com cuidado. Chega mesmo a ser perturbadora. Conheço pessoas que perderam tardes de estudo devido à permanência desta maravilha no seu ouvido interno. E, por estranho que pareça, dá-me para cantar este hino quando estou acompanhado de alguém com quem faço cerimónia. Quando me casar, tudo à minha volta há-de estar a ouvir a marcha nupcial, e eu, absorto nos meus pensamentos, vou estar a trautear entre dentes frases como "Ela segurava o côco! E alisava a palhinha! Para me deixar num sufoco, dava um toque no côco, ai a minha cabecinha!".

E pronto. Aqui estão 5 das músicas que mais me atormentam. Qualquer dia lembro-me de mais.

PS - Haverá coisa mais enervante do que sites que abrem músicas automaticamente quando entramos neles. E quando o som é em MIDI, com umas organetas a imitar flauta de pan? É de arrancar cabelos à mão, e pescoços à machadada. Experimentem entrar neste aqui, de onde saquei a imagem dos velhotes a tocar as Janeiras para ouvirem como se consegue estragar uma música como o Every Breath You Take.

20 de novembro de 2007

OS INGLORIOSOS

Já está. No último mês, os visitantes do Gameirices votaram aqueles que mais se destacaram pela negativa envergando a camisola encarnada do Sport Lisboa e Benfica.

Todos os nomes sonantes do panorama do futebol nacional, super-estrelas das quatro linhas, pés de fada do gramado das Águias foram votados.

Um onze de coxos, pés-de-chumbo, mãos de manteiga, pontapés-canhão, reviengas para fora, pontapés na atmosfera, sarrafadas de fechar os olhos, remates para a Segunda Circular, passes de calcanhar sem querer, muita fífia e roscas a dar com um pau. São estas as principais características deste onze maravilha, um dream team de chorar por mais, ou talvez por nunca mais.

E então, aqui vai. Aplausos! (carregar para ver melhor)


PS - Faz-me pena as ausências de nomes inesquecíveis como Fernando Aguiar, Andrade, Pesaresi, Quim Berto, Sabry, Uribe ou Mawete Júnior...

17 de novembro de 2007

TRIBUTE TO PINK FLOYD

Porque será que já não se fazem bandas destas? Sinceramente é uma pergunta que não sei responder. Os Pink Floyd são sem dúvida alguma, uma das melhores bandas de sempre, e uma das minhas preferidas. Como eles há muito poucos.

O que é que são bandas como os Green Day ou Evanescence ao seu lado? Absolutamente nada, na minha opinião!

Este vídeo foi gravado durante o The Wall Live Tour 1980-81. Enjoy it!



15 de novembro de 2007

EIXO CHÁVEZ-SÓCRATES-JUAN CARLOS/ZAPATERO

O primeiro-ministro José Sócrates vai receber na próxima terça-feira o Presidente venezuelano Hugo Chávez. A cerimónia terá certamente honras de Estado para receber tão "ilustre" senhor. Pelo que adianta o jornal Sol, o encontro servirá para discutir algumas questões relacionadas com a comunidade portuguesa e questões energéticas. Bom... em relação à comunidade portuguesa acho que a conversa vai ter pano para mangas uma vez que o que não faltam são portugueses a desaparecer lá para o meio da selva!

Mas o que realmente há que ter em atenção nesta recepção é que Portugal corre o sério risco de sofrer um ataque terrorista. Não um ataque de um qualquer grupo extremista islâmico mas sim da própria casa real espanhola. É que durante a cimeira ibero-americana, no Chile, o rei de Espanha mandou calar Hugo Chávez quando este apelidava de fascista o anterior primeiro-ministro espanhol, José Maria Aznar. Aliás esse vídeo, que tem corrido mundo também já está disponível no nosso blog que, como sempre, gosta de prestar serviço público. As relações entre estes dois países não estão, portanto, propriamente pacíficas e a visita de Chávez à península ibérica constitui uma forte oportunidade para abater aquele é que provavelmente o homem mais odioso da América do Sul.

Para além do ataque terrorista o Gameirices informou-se, e ao que parece os nossos vizinhos espanhóis já têm uns quantos mísseis balísticos na Extremadura espanhola apontados a Lisboa para eventualidade do ataque terrestre não correr como planeado. Ou seja, isto quer dizer que provavelmente vamos ficar sem Chávez (o que é uma bênção), sem Sócrates e quem sabe sem um ou dois ministros.

Como a nossa polícia não se tinha apercebido de toda esta situação o Gameirices enviou um e-mail à PSP a providenciar toda a informação acerca do caso para que,desta forma os nossos agentes se consigam precaver da situação. Podemos agora afirmar com certeza que não temos nada a reciar.

ONDE ESTÁ O WALLY?


(Abram para ver melhor)

É escusado procurar o Wally. Deve ser a única figura que não esta representada nesta imagem. Mas se procurarem bem até a vossa Bisavó devem conseguir encontar.

FITA-COLA

Quando tinha 4 anos puseram-me fita-cola na boca porque estava a falar muito numa aula qualquer em que apredíamos coisas com plasticina. Provavelmente a composição química da coisa, ou as mudanças de comportamento da matéria a diferentes temperaturas. Ou era isto ou então era fazer pastéis de bacalhau azúis.

Pelo que me lembro eu e mais uns mânfias ficámos ali, a aula toda, de fita-cola (ou fita-gomada que soa tão bem) na boca.

Ao que parece aqui o meu amigo João Carlos (que aparentemente também conseguia transformar Espanhas fascistas de aço em Espanhas democráticas e com a liberdade de brincar com plasticina) também ficou marcado pela fita-cola na boca e agora anda para aí, feito malandro, a mandar calar os colegas mais palhaços de entre a petizada.



O Hugo portou-se mal. Deve ter levado uma nota na caderneta para Caracas.

13 de novembro de 2007

CURTAS II

O mau-a-perder é a atitute mais corajosa dos fracos.

Porquê? Porque se quem perde é fraco, então se acha que devia ter ganho está a pedir um sopapo na fronha.

VAMOS FAZER O MEGAPOST?


Para quem não conhece a figura mítica que é o "megapost", aqui fica a descrição.

O "Megapost" é o ultimate post, o post que rebentará com a escala de qualidade de todos os posts postados até hoje. É o suprassumo do post. Ele é o objectivo de qualquer autor de posts. Só poderá ser feito uma fez, já que a partir do momento em que é publicado todos os posts que poderão serguir-se tornar-se-ão irrelevantes.

Agora a sério.
A história do megapost tem origem numa irritante frase de DGC, várias vezes repetida, e que consiste em perguntar todos os dias se "é hoje que vamos fazer o Megapost?".

Aqui não no sentido de post derradeiro, mas mais num post grandalhão e que dê muito trabalho a fazer e que inclua bigodes lá para o meio.

Não é hoje que vão ter um Megapost.

Esperemos que nunca.

12 de novembro de 2007

ULTIMATO


É com pesar que verificamos que o colaborador RF (que em termos de colaborações nem vê-las) não foi capaz, no período de tempo que decorreu desde a sua admissão no Gameirices, de participar seja de que forma fôr nos trabalhos e teses desenvolvidos (com carinho) por todos. Nem um post, nem um comment, nem nada.

Consideradas todas as hipóteses que teve para participar, RF não soube aproveitar desde 12 de Outubro (exactamente há um mês) as ajudas que prontamente os membros do blog lhe ofereceram.

Sendo que JGP, AV e DGC conhecem respectivamente RF desde os 4, 6 e 10 anos de idade, e tendo em consideração que RF é um recente utilizador das novas tecnologias, as medidas que, noutra situação seriam drásticas, vão reduzir-se a um ultimato, que aqui se oficializa, e que tem como objectivo forçar o colaborador em causa a escrever nem que seja 1 post até final de Novembro, e pelo menos 1 post por mês durante a sua participação como colaborador no Gameirices. Posts em Julho e Agosto não são necessários.

RF é, claro está, o único membro deste blog que se encontra no mercado de trabalho e, como tal, entendemos perfeitamente que as suas contribuições sejam esporádicas. No entanto pedimos este esforço para que tudo corra da melhor maneira, e que satisfaça ambas as partes, sesibilizando RF para o facto de a principal parte prejudicada ser o leitor (especificamente quem procura mudar de viatura).

Sem nada a acrescentar, somos com consideração,

João Gameiro Pais
Duarte Gouveia Coutinho
António Veiga

MERDGESSIO


Sei que estamos expressamente proibidos de falar de futebol, mas depois da vitória de ontem do Benfica frente ao Boavista não posso deixar de dizer qualquer coisa. Não é o jogo que quero comentar, penso que um resultado de 6-1 já quer dizer muita coisa, escuso estar a gastar o meu latim.

Realmente o que há a salientar neste grande jogo em que só faltou o árbitro auxiliar marcar, é que existe um jogador no plantel benfiquista que bem podia estar na lista dos piores avançados do Gameirices. Estou a falar obviamente de Bergessio! O jogador que chegou ao clube esta época ainda não conseguiu marcar um único golo! Onde é que a direcção do Benfica estava com a cabeça quando decidiu contratá-lo? De facto só pelo nome já dá para ver que não nasceu para o futebol - Bergessio. Talvez a patinagem artística, o Ballet ou a jardinagem fosse a sua vocação mas o futebol é que não! Têm sido dadas inúmeras oportunidades ao jogagor e este não aproveita. Nem o penalti de ontem conseguiu converter.

Conclusão... chegou a hora de dizer: FORA BERGESSIO!!

SEM RESPOSTA


Perguntas a que nunca ninguém sabe responder (sem consulta).

1. Quem foi o primeiro Presidente de Portugal: Manuel de Arriaga ou Teófilo Braga?
2. Qual o maior planeta, Terra ou Vénus?
3. Qual o caminho mais rápido dos Olivais para o Areeiro, Olaias ou Av. Gago Coutinho?
4. Quando é que o Benfica é campeão? Hoje ou nunca?
5. O que é aconteceu a 24 de Julho para a avenida ter esse nome? E em que ano?
6. Marechal Saldanha ou Duque de Saldanha?
7. Qual o primeiro nome de Fontes Pereira de Melo? Fontes? E de Almeida Garrett?
8. Quem é maior: França, Alemanha ou Polónia?
9. Quais as capitais do Cazaquistão, Turcomanistão, Quirguistão, Tajiquistão e Usbequistão?
10. Como funciona a cabeça de uma mulher?

11 de novembro de 2007

PEIXEIRADA À ANTIGA PORTUGUESA

Passei à pouco pelo blog do meu primo António L.C., o Voz Própria, e fiquei deliciado com um filme que em baixo vos apresento. Duas "amigas", a Marília e a Catarina (que tem provavelmente a voz mais irritante que alguma vez ouvi) discutem por causa do namorado da primeira. Uma produção de alta qualidade que aconselho a todos os que visitarem o blog...

9 de novembro de 2007

POST PARA ARRASTAR A FOTOGRAFIA DO CALO MAIS PARA BAIXO


Ok. Não se assustem. Eu não incomodo...

Este post é mesmo para fazer aquilo que está descrito. Arrastar a porcaria daquela fotografia de um calo no pé colocada por DGC mais para baixo.

Pelas minhas contas precisamos de mais 18 posts para que aquela vergonha desapareça da página principal. Ou então fazer posts muito longos para isto ficar no cú de Judas (os sensíveis que desculpem a expressão).

E pronto. Bom... Não tenho muito mais para dizer.
Aaa...
Deixa cá ver.
Pois. Não estou com muita imaginação.
É uma coisa chata.
Não chega a melindrar, arrelia só um bocadinho.
Posso contar uma anedota, querem?
Hum...
Então vá lá.
O que é que diz o tubarão para a tubaroa?

Tu baralhas-me!

Ok. Não é do melhor que se vê por aí. Mas anedotas não é o meu ponto forte. O meu ponte forte é mesmo o osso occipital. Que é rijo. Bastante rijo.
Então e esta, hã? Trocadilho com o ponto forte. Teve piada ou não?

Eu pelo menos galhofei.

Bem. Já fiz enters suficientes.
Até qualquer dia, então.
Saudinha. Que é o que é preciso.

PS - Para quem tiver como ponto fraco a geografia, informo que o mapa do país apresentado é o do Chile, onde está neste momento o Aníbal, Sua Excelência o Senhor Presidente da República Portuguesa. Não é por ele lá estar que surge aqui o Chile, mão tão somente para fazer mais espaço e tirar o tal calo dos meus pesadelos.

8 de novembro de 2007

SER BENFIQ...PAGE UNAVAILBLE

Parece que, apartir da corrente altura, JGP passa o lápis azul no blog... a chamada censura. Parece que somos supostos editar posts que permitam aos leitores retirar alguma cultura dos artigos expostos. Ora, eu devia falar de Ballet Clássico mas vou arriscar e tentar falar do meu SLBenfi...

ERROR 174TABU69, the following page is under construction, please try again later

VAMOS INSTRUIR O LEITOR

Parece que o fundador do Gameirices, João Gameiro Pais está um pouco insatisfeito pelos assuntos falados, e alguns discutidos, no blog. Sugeriu-me que escreve-se sobre calos nos pés ou ballet clássico. Confesso que não sou especialista em nenhum dos temas mas como prova da minha amizade vou aceder ao pedido. Mas qual dos dois ei de escolher? É uma escolha bastante difícil... acho que vou falar sobre calos nos pés. Penso que seja bastante mais interessante para os assíduos leitores deste blog.

Há tanto para dizer sobre calos! E é uma coisa bonita e tudo! Bom... acho que vou generalizar o tema e alargar para calos no geral. Assim ainda se torna mais interessante. Mais Cultura=>mais Prazer! Ok... Para ser sincero é porque é o que está na wikipédia, e eu não estou para estar aqui a inventar definições sobre calos! Já é tarde e amanhã tenho aulas de manhã.

Vamos directos ao assunto. Na dermatologia, um calo é uma área dura de pele que se tornou grossa e rígida como uma resposta a repetidos contatos e pressões. Na botânica, o termo também é utilizado com uma condição de rigidez em superfícies de plantas ou folhas. Já que o contato repetido é necessário para a existência do calo, o local mais comum para ocorrência é nas mãos e pés. Os calos geralmente não são nocivos, mas podem ser a fonte de outros problemas, como a infecção. Sapatos apertados podem frequentemente causar calos nos pés. Músicos que tocam instrumentos de cordas desenvolvem calos nos seus dedos devido ao contato com as cordas, mas estes calos são muito desejáveis pelos músicos, já que eles ajudam a aliviar a dor da tensão das cordas. O mesmo acontece com fisiculturistas, que desenvolvem calos nas palmas de suas mãos, aliviando a pressão contra elas dos halteres.

Agora sim! O blog emana cultura!

7 de novembro de 2007

BALANCETE

Vamos falar de maçaricos? Não.

Vamos antes regojizarmo-nos com a mudança de visual do Gameirices. Já não se podia com a côr-de-vinho, bordeux, grená, cor-de-tijolo ou lá o que era aquilo. Era uma óptima imagem, mas ultimamente andava a encontrar muitos blogs que a haviam copiado. Não sei se é por ser um dos templates originais oferecidos pelo blogger, talvez. Optámos, então, por verde seco (não há qualquer tipo de associação com o Sporting... Ups... Mais uma referência a futebol) que alegra a vista mas não a fere.

Além disso, os posts tomaram umas hormonas e alargaram. Agora já não há um espaço inútil à esquerda, continuando, no entanto, a existir um largo espaço de inutilidade no meio.

Temas tabu são agora o futebol (nomeadamente o Benfica) e tudo o que que remeta para pilosodade entre o nariz e o lábio superior.

Sugestões para temas: bordados, xadrez, colecções de caricas, pintura renascentista, jogo da malha, botânica e jardinagem, filosofia e o meu preferido: Plasticina - um simples brinquedo ou algo mais?

Aproveito para dar os parabéns a AV pela sua ressurreição, e também a RF pelo recorde de atraso na publicação de qualquer post de entre todos os colaboradores. Para MAS só tenho uma expressão: volta, estás perdoada! Quanto a DGC, menos cavalos e toiros e mais ballett clássico e calos dos pés.



PS - Ainda a respeito das tonalidades verdes do novo visual. Quem me conhece sabe que não gosto de verdes. Isto é, couves, espinafres, grelos, ervilhas, Sporting, bróculos, etc. Aproveito também para informar que caso alguma vez o caro leitor estiver com insónias venha ver-me a tirar ervilhas de um prato de salada russa. Garanto-lhe que o efeito soporífero é brutal.

ITS'S RAINING CATS AND DOGS!




Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.


Se pensarmos na gramática Portuguesa, sabemos que há três tipos de pretéritos, o perfeito, o imperfeito e o mais que perfeito.
Em relação à hierárquia das ciências passa-se uma coisa do mesmo género. Temos as ciências exactas, como a matemática, as inexactas, como a astrologia, e as ciências mais que inexactas, como a meteorologia.
Eu era um fã da última, até que, quando chegei à República Checa, fui forçado a conhecer as condições do tempo, já que esperava condições diferentes de tudo o que tinha conhecido, em termos climatéricos, até esse dia. Para isso, tive de recorrer às previsões meteorológicas.
Conheci então previsões com antecedência de uma semana, constando de neve para a semana seguinte, previsões estas que, chegada a data prevista, e não se verificando o previsto, avançavam para a semana seguinte, sem tirar nem pôr. Escusado será dizer que a dita neve nunca chegou, embora tivesse, de semana a semana, sido prevista durante todo um mês.
Neste segundo ano em que cá estou, já tenho um certo calo, tendo por isso deixado de ir ver as previsões porque, de facto, as previsões de neve já existem há um mês, mas neve nem vê-la.
Só há uma coisa que realmente me satisfaz nestas previsões, são aqueles dias de máxima 4ºC e minima 6ºC, em que penso "Epá, que chatice, máxima 4" mas depois reparo "Ah, não há crise porque ao menos a mínima é só 6".

PS: Quem souber um bocadinho de matemática, ou mesmo não sabendo nada, vai descobrir que o conjunto de temperaturas referido é um conjunto vazio, mas lá está, não estamos cá para ciências exactas. Se, no entanto, insistirem na matemática, sugiro o conjunto dos números imaginários, porque isto da meteorologia não é para quem quer, é só para quem pode!!

De Plzen
Com os melhores cumprimentos

5 de novembro de 2007

ARVOREDO

Faltam hoje 108 dias para o Dia Mundial da Árvore, e que data melhor para comemorar este dia com que este vídeo janota?

Viva as árvores! Ou serão árveres? Ou árvoros...


No fundo, o que interessa é que Jesus afinal não seguiu as pisadas do padrasto. Da carpintaria para a jardinagem já é um grande passo.

2 de novembro de 2007

TENHA UM BOM 2 DE NOVEMBRO!

Há quem celebre dias tão estúpidos como o 5 de Outubro, 25 de Dezembro (o tal dia de Natal), o 25 de Abril ou até o Dia de Todos os Santos, a 1 de Novembro, mas dá-me ideia que todos se esquecem deste maravilhoso dia, de festividades e alegria, dia 2 de Novembro, o famoso Dia dos Finados, que tem lugar hoje.
Eu só não entendo porque é que recebo 28.350 postais de Natal, sou capaz de receber uns mails aquando dos feriados das revoluções, mas nunca recebo um simpático "Tem um bom Dia dos Finados", ou "Diverte-te neste Dia dos Finados", ou até "Neste Dia dos Finados faça chamadas grátis para Moscovo e Singapura e chamadas de baixo preço para os Açores e Madeira".
Espero, para o ano que vem, receber dezenas de postais comemorativos do dia dos finados, e que isto seja exemplo para o Dia de São Martinho que já aí vem.

De Plzen
Com os melhores cumprimentos

1 de novembro de 2007

CONGRATULATIONS


Venho por este post dar os parabéns ao SLBenfica pela maravilhosa prestação de ontem frente ao Setúbal, e dizer que espero ver presente no plantel inicial do clube, daqui para a frente, o grande Miguelito, e já agora dizer que aquele Leo e aquele Rui Costa, ou lá como se chamam, de facto deviam ficar no banco (ontem viu-se bem que não fazem falta nenhuma!!). Foi chato o SLB não ter ganho ontem, mas de facto, de uma equipa de elite, como a do "Vitórria" de Setúbal, que tem um Pit Bull e outras grandes estrelas do futebol deste século, eu não esperava outra coisa.

De Plzen
Com os melhores cumprimentos