26 de junho de 2008

VAMOS LÁ ESCLARECER

Eu não sou este senhor.
Não tenho qualquer tipo de relação familiar com este senhor.
Calhou que o meu primeiro e o meu último nome fossem iguais aos deste senhor.
Eu não me chamo João Pedro, sou só João.

Não há vez que eu não me apresente como João Pais que não haja alguém que diga logo coisas como "és da família do João Pedro Pais?", "como o músico, não é?" ou "João Pedro Pais (risos parvos)". É inevitável.

E o mais irritante é que isto fica. Anos mais tarde essa pessoa vai-me encontrar (como aconteceu 2 vezes nas últimas semanas) e simpaticamente dirá "João Pedro Pais! Eras da minha escola!" Essa é uma das razões porque uso o Gameiro antes do Pais. Isso, e também porque ter um nome de 3 sílabas é chato.

25 de junho de 2008

A HORA DA PIADA SECA VI

O que é que veste um triângulo?

R: Bermudas.

BAD BOY MC CRAZY MOTHERFUCKER

Isto já tem uns aninhos mas não deixa de ser genial.


OPORTUNIDADE A NÃO PERDER

Ultimamente ouço constantemente na rádio um anúncio que realmente me dá vontade de rir. Esse momento acontece na maioria das vezes quando acordo. É tão bom acordar a rir e este anúncio proporciona-nos um excelente momento. Digamos que é um género de terapia ao acordar que nos ajuda a saltar da cama bem-dispostos. O nosso objecto preferido, o despertador, agradece pois com tanta alegria acabamos por nos esquecer de lhe mandar uma martelada para estar calado. O anúncio não podia ser mais banal: a concessão de crédito. Mas calma este não é um crédito qualquer, e é aqui que reside a piada! Quem precise de um empréstimo até 10.000€ recebe um fantástico CD da Susana Félix!! Wuuuhuuu!! Era mesmo disto que eu estava a precisar! Ainda por cima é o último CD da artista. Amanha estava a pensar ir à FNAC comprá-lo mas se afinal também me posso endividar até as orelhas junto o útil ao agradável e ligo antes para a Capital Mais a pedir um empréstimo. Os juros até são pequeninos (TAEG de 28,61% ou 19,13% consoante o montante seja inferior a 5.000€ ou 10.000€), e dinheiro é sempre preciso. Deixa cá ver... Vendo bem acho que não estou a precisar de nada mas isso há de se arranjar, nem que seja ir beber uns copos com uns amigos e fazer umas belas patuscadas! Por isso, para os meus amigos que estão a ler isto preparem-se porque este ano vão ter o verão à conta!
P.S. - Ridícula é a forma como cada vez mais tentam atrair as pessoas ao crédito fácil.

24 de junho de 2008

VIATURA DE SONHO: OS NOMEADOS

Finalmente aqui vos apresentamos, após árduo trabalho de Photoshop, os nomeados para a Viatura Sonho.

Os chaços são os seguintes:
(clicar para ampliar)


Agora, toca a engatar a primeira, prego a fundo no acelerador e escolher o pior. A votação está a partir de hoje colocada à direita, e ficará aqui até Setembro. Nos entrementes vamos colocando algumas maravilhas que não chegaram aos nomeados mas que tinham nível para tal.

May the ugliest win!

23 de junho de 2008

GAMEIRO PAIS APRESENTA: TRIVIALIDADES DO BIZARRO II

Olá, bom dia, boa tarde ou boa noite consoante a hora em que esteja a ler isto desse lado.

Bem-vindo a mais um Trivialidades do Bizarro, eu sou João Gameiro Pais e trago-lhe uma outra história bizarra que certamente o irá surpreender.

A história de hoje roça o macabro. Se fôr um profundo conhecedor de dança clássica provavelmente conhece Isadora Duncan, bailarina americana, bastante famosa na Europa, e conhecida como a mãe da dança moderna. Depois de uma carreira recheada de sucessos, na década de 20 Isadora havia preferido pôr as piruetas de lado, deixando de dançar. Opta, no entanto, por andar à roda de outra maneira: recorrendo ao álcool. Os seus últimos tempos de vida estavam polvilhados de escândalos amorosos, fiascos financeiros e muita festa, libertinagem, roupa cara, carrões e viagens.

Com 50 anos, após uma pequena festarola em Nice, França na qual esteve aparentemente deslumbrante e com uma écharpe de seda gigantesca (sua imagem de marca), a senhora apanha boleia do playboy italiano Benoît Falchetto. À saída da festa Isadora terá aparentemente dito, enquanto entrava no Amilcar 1924 GS de Falchetto, "Adeus meus amigos, vou ao amor!", o que abona muito a favor da decência da madame. Os amigos entretanto só mais tarde revelaram a frase, tendo optado por divulgar uma outra mais suave: "Adeus meus amigos, vou para a Glória!" Glória e sexo são coisas parecidas...

Depois de um serão bem passado, Falchetto levou Isadora Duncan a casa. Estacionou à porta, esta despediu-se e virou costas. Falchetto, um percursor do tunning, fez uma arrancada à artista, levantando poeira e fazendo uma tremenda barulheira. Contudo o exibicionismo sairia furado aos dois. Ao arrancar Falchetto não reparou que a écharpe de Isadora ficara presa no eixo traseiro de uma das rodas do Amilcar. Acelerando à italiana foi arrastando o seu charme pelas ruas de Nice, ao mesmo tempo que arrastava também Isadora Duncan, presa pela écharpe, durante umas boas centenas de metros. Quando reparou nos gritos, parou a viatura.

Isadora Duncan morreu estrangulada.

Acerca deste episódio a escritora Gertrude Stein disse mais tarde: "As afectações podem ser perigosas".

Voltamos qualquer dia para mais trivialidades do bizarro.

Obrigado pela atenção.

Não perca, já a seguir, informação sobre a votação das Viaturas de Sonho, onde infelizmente não se inclui o Amilcar de 1927 de Benoît Falchetto.

21 de junho de 2008

EURO 2008: O FIM


Apesar de termos sido eliminados deixamos uma excelente imagem. Haha!

16 de junho de 2008

A HORA DA PIADA SECA V

Qual é a equipa de futebol preferida do Papa?

R: O Ratzinger de Santander.

GRANDES SONORIDADES IV

Para este mês de Junho escolhi como grande sonoridade a música Stairway to Heaven dos Led Zeppelin. É a música mais conhecida da banda e a melhor provavelmente. Os Led Zeppelin são uma banda rock britânica dos anos 70 formada por Robert Plant (vocalista), Jimmy Page, John Bonham e John Paul Jones. São uma das maiores bandas da história do Rock e são também precursores do Heavy Metal, apesar de não gostarem de ser conectados como tal.
Para quem não conhece nada do grupo aconselho o álbum Mothership, uma compilação feita em 2007

VIATURAS DE SONHO

Hoje é uma data histórica. Faz 2 meses e 20 dias que o Gameirices não organiza nenhuma votação parva. Como já se falou aqui há tempos, e a pedido de alguns leitores, decidimos iniciar um projecto épico (nunca antes tentado em Portugal, na Europa, ou mesmo em Lisboa) para encontar a viatura motorizada automóvel mais querida do povo lusitano.

Dos anos 70 até hoje as vias nacionais são percorridas por máquinas de fazer inveja a alguém que ande todos os dias de bicicleta, patins ou trenó. São chaços: ou foleiros, ou feios, com ou sem cortinados, barulhentos, com má escolha de cores, datados, quadradões, ou aptos para o tunning ou para levar a senhora a piquenicar.

Em Portugal o carro é, desde tempos imemoriais, símbolo de ostentação, virilidade e de sucesso. Para o tuga, ter um carro um pouco acima daquilo que pode é mais importante do que ter comida na mesa, poder passar umas férias no estrangeiro, pagar os estudos dos catraios, ou abastecer o próprio carro de combustível. Aliás, o carro é melhor que esteja parado ao pé do quintal, para o vizinho ver.

Na senda de encontrar a Viatura de Sonho escolhemos 25 maquinões desde meados da década de 70 até à nossa era.

São eles:
BMW Serie 3 E30 (1981)
Citroën AX (1986)
Citroën Saxo (1996)
Citroën XM (1989)
Fiat Multipla (1998)
Fiat Panda / SEAT Marbella (1980)
Fiat Punto 1 (1993)
Fiat Uno (1983)
Ford Escort V b (1992)
Honda CR-X (1983)
Mazda MX-6 (1988)
Mercedes-Benz 190 D (1982)
Opel Corsa A (1982)
Opel Kadett E (1984)
Opel Rekord E (1977)
Peugeot 405 Mi16 (1987)
Peugeot 504 carrinha (1970)
Peugeot 505 carrinha (1979)
Renault 19 (1988)
Renault Clio (1990)
Renault Twingo (1992)
Subaru GL (1984)
Toyota Corolla E90 (1987)
Volkswagen Passat 2 (1981)
Volvo 340 (1976)

Mais tarde apresentaremos imagens a condizer, e iniciaremos a votação. E por mais tarde, queremos dizer, logo à noite, se nos apetecer.

PS - A imagem é de um Toyota Carina 1600 sedan de 1978. Não nomeado... Imaginem os outros.

POST PARA ATIRAR COM A CREMALHEIRA NOJENTA MAIS PARA BAIXO


Epá... Se comeram nos últimos 30 minutos ou são pessoas sensíveis não vos aconselho a ver o post antes deste. DGC mais uma vez conseguiu pôr-me a ranger os dentes.

Nojento.

Asqueroso.

Nauseante.

Repugnante.

Repulsivo.

Repelente.

Não me lembro de mais nenhum sinónimo.

Mas vou continuar.

Ronhonhó.

Zbzidré.

Será que amanhã volta o bom tempo?

Era bom.

Não gosto de chuva.

Isto as estações já não são o que eram.

Agora, cuidadinho a descer no blogue...

PS - A girafa é uma escolha óbvia, não tanto por ter um pescoço comprido para arrastar aquilo mais para baixo, mas mais por haver escovas de dentes no mercado feitas de pêlo de girafa.

FOTOGRAFIA PARA ABRIR O APETITE

Há uns meses, mais precisamente em Novembro falei sobre calos nos pés. Um tema muito interessante e ao qual acrescentei uma lindíssima fotografia. Ontem à noite eu e JGP estivemos a ver posts passados e reparei nesse. Automaticamente surgiu-me a ideia de publicar uma imagem ainda mais horrenda. Encontrei uma que não podia ser mais nojenta: uma boca repleta de cáries dentárias. Aqui está ela:

P.S. - Cheira-me que ninguém vai gostar disto.

QUOTIDIANO TUGA


Olivais, Verão de 2006. Telemóvel de DGC. Sem palavras.

15 de junho de 2008

PALAVRA LEVADA DA BRECA

Na categoria de palavras que dão vontade de rir, há uma nova que entrou no meu vocabulário:
Estorninho-rabilongo
Tem também claramente um espacinho guardado para ela na categoria de expressões insultuosas que não são necessariamente insultos. "Meu ganda estorninho-rabilongo!" soa a coisa feia.
E o que é ser um estorninho-rabilongo? É ser isto.
Decepcionante não é?

9 de junho de 2008

PROFISSIONAIS ACIMA DE TUDO

Acabei de ouvir uma coisa muito curiosa no primeiro jornal da SIC. Nunca tinha ouvido ninguém referir-se aos camionistas por profissionais do volante. Eu também tenho um carro. Será que também sou um profissional do volante, ou é preciso ter um volante de 60cm de diâmetro para ser considerado profissional do volante. Sou extremamente profissional a guiar por isso agora fiquei com dúvidas. Talvez seja para dar ênfase ao facto de serem profissionais. Quais bestas-quadradas ao volante?! Estes homens são especialistas!
Outra coisa... Porque é que chamam profissionais do táxi aos taxistas? Porque não simplesmente taxistas? De profissional não têm nada. Eu diria mesmo que são os espécimes mais inqualificáveis para ter um carro nas mãos. Para eles não há pisca para a direita nem para a esquerda (deve ser para poupar), atiram-se de qualquer maneira nas rotundas e cruzamentos, param em qualquer lado de qualquer maneira sem se importarem com os outros que têm de ficar à espera. A desculpa é sempre a mesma "Oh meu amigo não vê que estou a trabalhar!?". Claro, o Sr. está a trabalhar! O resto das pessoas anda só a passear. A cidade é bonita e gostamos de ver as ruas, os monumentos, gastar combustível... Enfim nós somos só amadores, os profissionais é que têm razão.

8 de junho de 2008

CURTAS XI

O Caraças deve ser uma terra linda.


Há sempre gente à procura de vistas do Caraças.

7 de junho de 2008

AVÔZINHO MILENAR


Depois de alguma pesquisa e de alguns cálculos mentais cheguei à conclusão que Ramsés II, o Grande, Faraó do Egipto que reinou entre 1279 e 1231 antes de Cristo é
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-
tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-avô de DGC. São 111 gerações. Nada do outro mundo.

Eu sempre achei que DGC andava a esconder qualquer coisa. Aquele nariz nunca me enganou. E percebe-se. Hoje em dia um gajo lixa-se por dizer que tem ascendência egípcia. E nos aeroportos revistam-nos duas vezes, não vá haver bombas debaixo do casaco.

Podem confirmar isto, em Geneall.net.


PS - Sim, estão 107 tetras, porque há 4 gerações que contam como pai, avô, bisavô e trisavô. Só a partir daí é que vêm os tetras.

A HORA DA PIADA SECA IV

Porque é que todos os cangurus vão para universidades privadas?

R: Porque têm bolsa.

GENTE QUE VEM CÁ PARAR

Há rapaziada que vem cá para pelas coisas mais estranhas possíveis. O Sitemeter, que é o programa que nos vai contando o número de visitas, permite-nos ao mesmo tempo ter umas luzes sobre quem vem cá, a que horas, durante quanto tempo, e procurando o quê. O tempo médio de uma visita no Gameirices anda a rondar os 2:30 o que é muito bom tendo em conta a quantidade de gente que vem cá parar por engano.


Há uns que julgam que é cá que se esclarecem dúvidas de português. Dois internautas entraram no estabelecimento pesquisando "ter entregue ter entregado" e "pormenor ou promenor". Outros estão interessados em comprar coisas, como por exemplo um senhor morador nas coordenadas 38.7167, -9.1333 e cliente da Cabovisão, que deve andar louco no Google à procura de como "comprar casacos com abas de grilo"... Incrivelmente, algum morador do mesmo prédio (têm as mesmas coordenadas) andou com pesquisas mais macabras e viu-se no Gameirices através de uma pesquisa sobre "agencias funerarias europa de leste".

Outros vêm cá por assuntos mais relacionados com este blogue, como por exemplo o lisboeta cliente da Telepac e utilizador de Windows XP (com Mozilla Firefox) e com um ecrã com resolução 800x600 de 32bits que procura avidamente informações sobre a "boysband milénio", ou um outro compincha amante da boa música nacional que sonha com poder ver e rever "videos de musicas de claudisabel".

Por fim, um senhor que apanhou um filme a meio na TVI e deseja saber o nome da película. Nada como chegar ao Google e teclar "tvi 31 dezembro 2007 programacao filme erotico". Para que se saiba, ao pesquisar isto no Google, o Gameirices é o primeiro resultado. Isto está claramente a começar a tornar-se um local de pecado.

Outras pesquisas: "como concorrer quem quer ser milionário", "Sandro E Gustavo", "ensinar o'aeiou", "Bibe Senhora", "diminutivo de colher", "o significado da expressão epa", "letra portuguesa do ri mi musica no coração" e o nome do senhor de uma das ruas dum dos últimos posts "Eduardo Schwalbach".

6 de junho de 2008

VIDAS I: CHALANA

Vou iniciar mais uma rubrica: Vidas. Vai ser uma coisa relativamente curta. Pretendo que seja uma rubrica simples, não muito rebuscada e convido todos os colaboradores a participarem.
Escolhi para hoje uma figura que devia figurar na lista dos grandes portugueses ou até quem sabe nas sete maravilhas. Falo obviamente de Fernando Chalana.

Este pequeno grande homem e jogador, de seu nome Fernando Albino Sousa Chalana, nasceu em 1959 no Barreiro e é uma das velhas glórias do Sport Lisboa e Benfica. Alinhou ao serviço das águias entre 1975 e 1984 e depois novamente entre 1988 e 1990. O pequeno genial ficou conhecido pelo seu grande pé esquerdo e pela sua enorme bigodaça farfalhuda! Esta é uma das principais razões porque lhe chamavam Astérix. As semelhanças físicas com a personagem são muitas. Chalana chegou a ser apelidado de Chalanix! (Rrr) Jogou ainda no Futebol Clube Barreirense, onde se formou em petiz, no Belenenses, Estrela da Amadora e no Bordéus. Mais recentemente tem vindo a desenvolver uma carreira de treinador chegando a treinador principal da equipa do Benfica na última temporada 2007/2008.


P.S. - Chalana parece também ter muito jeito para conferências de imprensa. Vou apenas citar uma frase desta mente brilhante no final do último Benfica - Sporting. "Tive de tirar o Di Maria. Ele já estava todo f... Estava cansado!"

4 de junho de 2008

GAMEIRO PAIS APRESENTA: TRIVIALIDADES DO BIZARRO I

Se por cada rubrica que o Gameirices desenvolvesse se evitasse a extinção de uma espécie ainda hoje existiria o Dodo. Perdoem-nos os que aqui se deslocam mais pelos textos gerais e sem tema predefinido, mas isto das rubricas ajuda a que a coisa se mantenha bem oleada.

Trivialidade do Bizarro é o nosso novo espaço dedicado a histórias estranhas e bizarras de todo o mundo, sejam elas oriundas de bizarrias de gente famosa ou de gente que ficou famosa devido a bizarrias.

A primeira história chega-nos dos Estados Unidos, terra da esperança, dos sonhos e de gente gorda. Como país onde a genialidade e a estupidês convivem lado a lado, separados pelos montes Apalaches, a América constitui-se como o maior e mais completo gerador de histórias estranhas do globo.

Se já era nascido na década de 1970 então provavelmente já ouviu falar de D. B. Cooper. Se não ouviu, então eu explico. Este cavalheiro sozinho sequestou um avião, pediu 200,000 dólares (hoje em dia: 1 milhão de dólares, se ajustarmos à inflação), recebeu-os e nunca mais ninguém o viu. Para que se saiba, foi o único pirata do ar a conseguir ver realizado o seu pedido e a nunca ser apanhado. Este quarentão, bem-educado, de fato e gravata pretos, óculos escuros e uma mala com fios eléctricos, terá entregue um papelinho a uma das hospedeiras. A jovem hospedeira achou que Cooper lhe estava a dar o número de telefone, colocando o papel no bolso e ignorando a suposta tentativa de engate. Cooper, calmamente chamou-a de novo e disse-lhe "Menina, é melhor olhar para o papel. Tenho uma bomba." A menina lá se resolveu a ler a nota que dizia "Tenho uma bomba na minha mala. Usá-la-ei se necessário. Quero que se sente ao pé de mim. Estão a ser sequestrados." Tudo muito simples, ninguém se magoa e tal. Bem educado com a hospedeira e tudo. A nota incluiria ainda uns pequenos desejos que Cooper gostaria de ver realizados, nomeadamente 200,000 dólares e 2 paraquedas. O piloto foi obrigado a aterrar no aeroporto de Seattle-Tacoma, onde se reabasteceu de combustível, notas verdinhas e paraquedas. Enquanto fumava um cigarro e bebia um bourbon D.B. Cooper aceitou soltar todos os passageiros, permanecendo no entanto a tripulação a bordo. Mal terminou o processo de troca, o cavalheiro ordenou nova descolagem em direcção à Cidade do México. Algum tempo depois ordenou que os 2 membros da tripulação com quem tinha estado em amena cavaqueira na zona da primeira classe do avião fossem para o cockpit. Minutos depois os 3 membros da tripulação sentiram os ouvidos a entupirem-se. Voltaram à zona dos passageiros e nada de Cooper. Porta aberta e muita ventania.

Cooper nunca foi encontrado, assim como nenhuma das notas roubadas (todas com números de série começados por L). O FBI ora vai alternando entre a teoria que Cooper morreu na queda, ora retoma as investigações mesmo passados 37 anos. Em 1980 um puto de 8 anos descobriu à beira de um rio do estado de Washington 5,880 dólares já muito degradados. Todos com números de série começados por L. Eram as notas de Cooper. Agora onde estaria o pirata ou os outros 194,120 dólares? Muitas são as teorias à volta de quem é Cooper, podem ler sobre elas aqui.

Eu sou João Gameiro Pais, e esta rubrica é a Gameiro Pais apresenta: Trivialidades do Bizarro. Junte-se a nós para a próxima semana, e obrigado.

1 de junho de 2008

ZÉZÉ O HOMEM DO MAR

Parece que hoje abre a época balnear. O tempo não está propriamente convidativo a banhos mas não deixa de ser um dia marcante para a maralha tuga. Seleccionei um vídeo especial, um magnífico mergulho da única lacuna da votação dos grandes bigodes: Zézé Camarinha. São 31 segundos extremamente didácticos, especialmente para a pequenada que anda a aprender a nadar e mergulhar. O famoso engatatão português parece dominar não só qualquer técnica de engate como também a arte de mergulhar de forma harmoniosa e sem lesões para a coluna.



P.S. - Parece que também vem aí uma grande obra literária: "O último macho man português", que certamente irei ler e reler.