4 de março de 2009

COISAS QUE MELINDRAM III: EDIÇÃO ITÁLIA

Coisas chatas como a potassa, que me aconteceram até agora:


1. Secar 3 horas no aeroporto de Roma, sem poder ver a cidade, antes de vir para Itália.

2. Chegar cá a achar que as temperaturas eram género Lisboa, quando cá fazem 2 graus à noite, ou menos. O casaco quentinho que tenho é, portanto, até agora, a minha imagem de marca.

3. Não se usar o gás cá de casa porque se usou durante 2 semanas e quem cá estava pagou 300 euros. Mesmo que quisesse só usar o do meu quarto não consigo, porque o aquecimento está avariado e só dá para ser usado quando toda a casa está a ser aquecida. Resumindo, passo um briol do camandro.

4. Os polacos de cá falam inglês literalmente a 2 à hora. Por entre cada palavra de inglês arranhado colocam um "aaaaaaaaaaa" prolongado. Quando falo estou sempre a completar-lhes as frases, como normalmente se tem tendência para fazer com os gagos.

5. É proibido estender a roupa nas fachadas das casas. Por outro lado, há uma certa invasão de pombos nestas paragens. Conclusão, nas traseiras também não dá. A não ser que este ano esteja o verde-caca na moda.

6. O Carrefour é a meia-hora a pé (sem sacos), 45 minutos a voltar com sacos. Transportar provisões para um mês não é de todo boa idea. Que o digam as minhas articulações dos dedos, para quem Erasmus até agora foi basicamente como estar na tropa. (Também transportar 2 malas com um peso acumulado de 45 kg de de uma ponta à outra da cidade não foi aprazível, não senhor)

7. Mosquitos. Há muitos mosquitos. Eu sei que disse que havia temperaturas de 2 graus à noite, mas incrivelmente há mosquitos. Ou melgas, não os sei distinguir. E tenho uma fresta na janela do quarto onde os sacanas entram. Nunca tinha tido picadas de mosquito em pleno Março.

8. Atravessar numa passadeira aqui, quando não existem semáforos, é como atravessar a Marginal na curva do Mónaco de olhos vendados e vestido com um fato camuflado. Ninguém pára. E falo de carros, motas, autocarros, táxis, e bicicletas. Já agora, toda a gente anda de bicicleta, incluindo velhinhas doidas de 70 anos que andam de bicicleta em zonas pedonais feitas Fangios.

9. Um menu no McDonald's são 6€ e picos.

10. As coisas fecham às 2 da manha, e a partir da meia-noite não se vende álcool. Conclusão, tudo se põe emborrachado até essa hora. É difícil explicar estando sóbrio que alguém te está a pisar durante minutos a fio.

1 comentário:

VNS disse...

Lol eu sei que estás a adorar por isso toca de pôr as coisas boas.
Ah e penso que não se pode vender bebidas alcoolicas a partir das duas, pelo menos foi o que me aconteceu quando estive ai.
Enviado epecial em Pisa,esperamos pelos próximos relatos ansiosamente.
bjo