30 de setembro de 2008

A VOZ

Morreu no início deste mês uma das vozes mais conhecidas de sempre: Don LaFontaine. Provavelmente nunca ouviram falar deste senhor, mas se vos dizer 2 coisas talvez adivinhem: trailers e voz de bagaço. Sim, adivinharam, é o senhor que faz as vozes off dos trailers de todos os filmes feitos desde que acabou o cinema mudo. OK, estou a exagerar. Este senhor fez mais de 5 000 trailers desde 1964, chegou a director da Paramount, fundou empresas de criação de trailers e aparentemente chegou a fazer mais de 60 promoções numa semana, tendo um motorista que o levava de estúdio em estúdio. Comédias, dramas, filmes de acção, de terror, musicais, desenhos-animados, tudo levou com a voz do Don.

Agora que já não está entre nós, arrisco-me a dizer que sempre o imaginei como um tipo dos seus 50 anos com 2,20 metros, cara de poucos amigos e capaz de rasgar listas telefónicas só com uma mão. Afinal não. Era um velhote simpático, careca e de sobrancelhas grossas.

Vejam este sketch fantástico em que Don LaFontaine aceitou participar (é o velhote careca da esquerda) com dois dos seus melhores imitadores: Frank Caliendo (o do meio) e o cómico de stand up Pablo Francisco (o alto da direita), sobre o qual sugiro que vão ver outros vídeos.



Fantástico, não é? Os Três Tenores do trailer. Gosto da maneira como sacam do lenço para limpar a testa, e de como Don LaFontaine corta o "in a theatre near you", mesmo no fim. E tal como aqui foi parodiado, já repararam que todos os trailers de filmes começam com "In a world where... [violence prevails / love is the most important thing / magic is boiling in the air / women are savage beasts / vampires live / war is spread all over the globe, etc]"... E também há os outros que começam com "He was [the man of the moment / the guy nobody loved / the greatest super-hero of all time / the clumsiest man on Earth, etc.]". Há pouca imaginação trailorística.

2 comentários:

tiagugrilu disse...

Muito fixe. Gostei de conhecer a cara do senhor. Pena é que agora ele já não tenha cara.

Fogo... Esta foi péssima...

António Sengo disse...

joão, tens um desafio no meu blog