24 de novembro de 2007

A FARSA

Estou irritado!

Obviamente existe um motivo. Alguém já ouviu falar do Desafio SEAT by BPN? Pois bem... o Desafio SEAT é basicamente uma corrida em carros da Seat para jovens universitários, no circuito do Estoril, e que a organização apelida de emocionante e muito competitiva. OK... um desafio interessante.

Mas onde é que está a palhaçada no meio disto tudo? Realmente o que dá vontade de rir neste evento são as provas de selecção dos finalistas, ou melhor da primeira fase de selecção. É que as inteligentes pessoas que se lembraram de o criar (e já vai na 3ª edição), não tiveram melhor ideia do que seleccionar os estudantes universitários como eu, com um prova virtual manhosa a duas dimensões! Basicamente tínhamos de dar duas voltas a uma pista sem bater em pins e arbustos que obstruíam o percurso, e fazê-lo no menor tempo possível. Obviamente não me classifiquei.

Isto faz com que os nerds que passam a vida em frente a um computador de cada universidade fiquem automaticamente em vantagem. Em vez de se privilegiar quem tem "mãozinhas" para guiar, privilegia-se quem tem "dedinhos" para os computadores! É absolutamente ridículo!

Não sei se o único objectivo da prova é publicitar a Seat, o BPN e outros patrocinadores, ou se existe mais do que isso. Se querem descobrir um novo Fangio ou um Schumacher (como eu) no mundo universitário português não será com provas para tótós que o vão encontrar certamente. Dificilmente ele estará entre as paredes do Técnico.

Já não tenho mais nada a acrescentar. Deixo-vos uma fotografia elucidativa com alguns finalistas do ano passado. Reparem bem na forma física dos eleitos. Cada um mais gordo que o outro. Com certeza não irão longe no mundo automóvel.

5 comentários:

DGC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DGC disse...

A Honda é que é! Não há nada melhor que a Honda!
(by Faustino)

JGP disse...

Dedinhos de fada para agarrar em automóveis...

Anónimo disse...

Olá,

Decerto não deves ter compreendido que essa 1ª forma de selecção servia apenas para seleccionar os 20 representantes de cada universidade que posteriormente vão para um circuito serem avaliados por monitores devidamente preparados e habilitados para fazerem essas avaliações. Este método é bem melhor que o anterior que apenas preveligiava quem tinha um melhor acesso à net. (os 20 mais rápidos lembras-te).

Em relação à foto que publicas-te é relativa ao primeiro ano do evento e apenas duas dessas pessoas foram finalistas pela universidade independente, os outros, eram apoiantes.

cumprimentos automobilisticos
G. Correia

DGC disse...

Sim, o método é melhor mas não deixa de ser ridículo...